Muriaé está entre as 50 melhores cidades do país em ranking de transparência


Muriaé está entre as 50 melhores cidades do país no ranking de transparência. O município recebeu nota 9,14 na Escala Brasil Transparente (EBT) – Avaliação 360°, feita Portal da Transparência do Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU). Com isso, o município alcançou a 49ª posição em nível federal e a 10ª colocação em Minas Gerais.

Com a nota 9,14, Muriaé obteve melhor classificação que a capital Belo Horizonte, por exemplo, classificada em 11º no estado e 70º no país, com nota 8,94. Inclusive, superou a média dos estados (7,94), capitais (8,08) e municípios (6,5). Na região da Zona da Mata e Campo das Vertentes, ficou em terceiro lugar, ficando atrás somente de Viçosa (9,47) e Barbacena (9,44).

Na quarta edição da EBT – Avaliação 360º foram avaliados 691 entes federativos de 27 estados, sendo 72 municípios mineiros. A avaliação aconteceu entre 9 de julho e 14 de novembro, e todas as unidades receberam entre 0 e 10 pontos. Os dados foram divulgados na última quarta-feira (12). Na terceira edição da iniciativa, realizada em 2016, a nota de Muriaé era de 1,38 pontos.

No início de 2017, a Administração instituiu o Diário Oficial Eletrônico, através do Diário Oficial dos Municípios Mineiros da Associação Mineira de Municípios (AMM), e passou também a publicar todos os editais de licitação em seu site. Além disso, no ano passado, a Prefeitura firmou parceria com a Associação Brasileira de Ouvidores (ABO), o que possibilita a divulgação de todas as informações da Lei de Acesso à Informação (LAI).

O prefeito Grego destaca que transparência é o foco da gestão. “Administrar com transparência é o foco da nossa administração, pois entendemos que é nosso dever mostrar para cada cidadão muriaeense o que está sendo feito com o dinheiro público”, frisa. O prefeito também dedicou este resultado à equipe de servidores municipais. “Fico muito feliz por Muriaé se destacar em nível estadual no quesito transparência. O resultado se deve ao trabalho de nossa equipe, que presta serviço de qualidade e transparente à população”, diz.

A EBT – A Escala Brasil Transparente – Avaliação 360° é a metodologia para medir a transparência pública em estados e municípios brasileiros adotada pela CGU. A iniciativa busca verificar o grau de cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação e de outros normativos sobre transparência nos estados, no Distrito Federal e nos municípios com 50 mil habitantes, incluindo as capitais (com estimativas do IBGE em 2017).

Nesta edição da EBT houve uma mudança para contemplar não só a transparência passiva (pedidos de acesso à informação), mas também a transparência ativa (publicação de informações na internet, como a verificação da publicação de informações sobre receitas e despesas, licitações e contratos, estruturas administrativas, servidores públicos, acompanhamentos de obras públicas, entre outros).