Ação educativa fecha atividades do Maio Amarelo em Muriaé


Campanha ‘Não faça papelão no trânsito’ promoveu orientações sobre infrações que se tornaram  comuns no dia a dia. Iniciativa teve caráter exclusivamente educativo

“Parabéns” ou “atenção”. Estas foram as palavras que motoristas e motociclistas que passaram pela região da igreja Matriz São Paulo ouviram na manhã de sexta-feira (31), durante a blitz educativa “Não faça papelão no trânsito”. Desenvolvida pela Prefeitura de Muriaé (através do Demuttran e em parceria com o Lions Club Helen Keller), a ação encerrou as atividades do Maio Amarelo na cidade, buscando promover a conscientização quanto a infrações que, de tão comuns, nem sempre são percebidas.

A cada vez que o semáforo fechava, o mote da campanha era apresentado com a abertura de uma faixa em frente aos veículos. Ao mesmo tempo, a equipe de trabalho observava os condutores, exibindo placas temáticas ao verificar situações que não estivessem de acordo com as normas de trânsito. Logo em seguida, os motoristas e motociclistas também eram orientados sobre como deveriam então proceder – ou cumprimentados quando não havia o que se corrigir.

A maior incidência de infrações foi referente a motociclistas usando capacete com a viseira aberta, seguida de motoristas e passageiros sem cinto de segurança afivelado. A utilização de telefone celular ao volante também foi verificada, bem como o uso de chinelos por pessoas pilotando motos.

“Este trabalho teve caráter educativo. Nenhuma placa foi anotada e também não aconteceu nenhum tipo de registro de autuação”, explica o diretor do Demuttran, Ivanin Pimentel. “Nosso objetivo foi de orientar as pessoas quanto a práticas que infelizmente são comuns no trânsito, alertando-as justamente para que não voltem a cometer tais infrações”, completa.

Encerramento do Maio Amarelo – A blitz educativa fechou as atividades do Maio Amarelo em Muriaé. Ao longo de todo o mês, foram realizados treinamentos junto a motoristas da administração municipal, palestras em escolas e movimentações em parceria com os órgãos policiais.

Celebrado mundialmente, o Maio Amarelo tem como foco o desenvolvimento de ações que busquem a redução de acidentes e mortes no trânsito. Vale lembrar que, só em Muriaé, o SAMU realizou 744 atendimentos relativos a acidentes de trânsito no período entre janeiro de 2018 e abril de 2019 – uma média de 46 chamados a cada mês.