Centenas de animais serão atendidos no 2º Mutirão de Castração


Castramóvel será instalado na Praça João Pinheiro entre terça (14) e sexta-feira (17)

Cerca de 200 cães e gatos serão atendidos de forma gratuita no 2º Mutirão de Castração de Animais. A estrutura do castramóvel – um serviço de castração gratuita itinerante, realizada em caminhão-consultório – será instalada em frente ao antigo Centro de Especialidades, na Praça João Pinheiro, Centro, entre terça (14) e sexta-feira (17). Haverá ainda Feira de Adoção durante todos os dias no local.

Nesta segunda edição, serão atendidos cães e gatos que estavam na fila de espera e cujos donos fizeram cadastro prévio na Secretaria Municipal de Saúde. As cirurgias serão realizadas das 7h às 17h e evitam que os animais tenham gravidez indesejada ou mesmo possam vir a desenvolver outros problemas de saúde, além de reduzir o abandono nas ruas da cidade.

A diretora de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Carla Morcerf, explica que existem duas fontes de animais de rua. A primeira é de cães que foram abandonados nas vias públicas, cujas castrações são feitas periodicamente pelo Centro de Controle de Zoonoses, o CCZ. A segunda é de filhotes indesejados de cães com donos. “O castramóvel atua nesta segunda opção, para diminuir esta fonte de abandono e, assim, lutarmos pela proteção animal de nossa cidade”, diz Carla.

A diretora de Vigilância Ambiental explica ainda que esse serviço de castração não contempla raças como yorkshire, lhasa apso, shitsu, pug, buldogues inglês e francês, maltês, boxer, pequinês, pinsher com menos de 3kg e sprite alemão, por essas raças demandarem protocolo anestésico específico.

Este é o segundo Mutirão de Castração de Cães e Gatos promovido pela Prefeitura de Muriaé. O primeiro foi realizado em janeiro de 2018. A segunda edição pretende zerar a fila de castração de cães e gatos, tanto machos quanto fêmeas, em Muriaé.

“Esta é mais uma de muitas ações que realizamos em prol da proteção animal em nossa cidade desde 2017. Esse é mais uma demonstração do nosso compromisso com a saúde pública e com a saúde dos animais em Muriaé”, afirma o prefeito Grego.

De outubro a dezembro do ano passado, 230 cães foram atendidos no CCZ, entre tratamentos de saúde, resgates de agressivos e castrações – uma média de 65 cirurgias por mês. Além disso, desde 2017 a equipe do Cento de Zoonoses conseguiu um lar para mais de 400 cães e gatos que foram retirados das ruas. Desde este período, o número de vagas dos grupos de proteção Amicão e Pedido de Socorro Muriaé (PSM) aumentou em 50%.

Orientações para a cirurgia – Os donos devem ficar atentos para alguns cuidados pré-operatórios. As cachorras devem chegar às 8h. Caso o comportamento seja instável, o dono deve levar o animal de focinheira.

Os cães machos devem ser encaminhados ao castramóvel a partir das 13h. Se o comportamento for instável, deve estar de focinheira e ainda ser levado colar elisabetano do tamanho do animal.

Já os gatos devem estar no consultório móvel às 7h30min dentro de caixa de transporte.

Os animais precisam estar de jejum total de água e comida a partir de 22 horas do dia anterior à cirurgia – com exceção dos cães machos, cujo jejum pode ser a partir das 5h. É necessário que o dono os veja comendo por último nesse horário, e não deixe água nem ração em lugar que eles tenham acesso.

É necessário ainda que caninos e felinos sejam mantidos dentro de casa durante o dia anterior ao procedimento, para que ele não comam nada. Como vai receber anestesia geral, se tiver com restos de comida ou água no estômago, pode engasgar e até morrer.

É importante também levar uma coberta ou manta para os cães e gatos, pois eles podem sentir frio depois de operados.