Conferência discute propostas para saúde pública de Muriaé


Com o tema “Democracia e Saúde: Saúde como direito e consolidação e financiamento adequado do SUS”, a 8ª edição da Conferência Municipal de Saúde discutiu propostas para aprimorar o serviço em Muriaé.

Promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, Conselho Municipal de Saúde e Centro Universitário Unifaminas, o evento realizado na última quinta e sexta-feira (4 e 5), no Unifaminas, reuniu centenas de profissionais e estudantes da área.

“A Conferência é um dos pontos mais importantes na saúde municipal como um todo, principalmente na saúde pública, uma vez que é nela que se escuta a voz de todos os atores envolvidos na gestão pública da saúde”, ressalta a presidente do Conselho, Jaqueline Ribeiro.

“A Conferência é uma forma de garantir que todas as camadas da população sejam ouvidas. O tema discutido vem ao encontro do cenário atual do SUS, o qual tem de garantir o direito à saúde a cada cidadão e trabalhar com níveis de informações e entendimentos diferentes, além da escassez de recursos”, completa o secretário municipal da pasta, Paulo César de Oliveira.

No primeiro dia, o evento contou com palestras sobre financiamento adequado e suficiente do Sistema Único de Saúde, o SUS, ministrada pelo ginecologista Richard Duvanel, formação de grupos e entrega de propostas para melhoria da saúde no município. No segundo dia, o diretor da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Ubá, Franklin Leandro Neto, falou sobre a consolidação dos princípios do SUS. Houve ainda uma homenagem para a dermatologista da rede municipal Cristiane Dornelas, em agradecimento aos serviços e atendimento prestados aos pacientes com hanseníase em Muriaé.

Presente na abertura da 8ª Conferência Municipal de Saúde, o prefeito Grego ressalta que o diálogo entre diversos profissionais e acadêmicos de cursos da área é importante para o surgimento de ideias e ações. “Continuaremos na busca incansável para ‘salvar’ o SUS e oferecer atendimento cada vez melhor para a população assistida”, diz.

Ao final, foram selecionadas propostas que serão enviadas para a etapa estadual. Também foram eleitos os delegados que representarão Muriaé na Conferência Estadual de Saúde. Logo após a conferência em Belo Horizonte, sairão novas indicações com as necessidades dos municípios mineiros, que deverão ser direcionadas para um encontro nacional.