Limpeza do tanque de chorume do Aterro Sanitário garante proteção ao meio ambiente


Ação é fundamental para garantir eficiência do tratamento do líquido gerado durante processo de decomposição dos resíduos orgânicos

Um procedimento visando à preservação do meio ambiente está sendo realizado pela Prefeitura de Muriaé, por meio do Demsur, no Aterro Sanitário do município. Trata-se da limpeza completa do tanque de tratamento de chorume, que é o líquido gerado durante o processo de decomposição dos resíduos orgânicos. A ação é fundamental para garantir a eficiência do tratamento, que tem por objetivo eliminar os riscos de contaminação ambiental.

Após passar por processo de decantação, o chorume chega ao tanque, de onde segue para a segunda e última etapa de tratamento, na chamada lagoa facultativa.

Em visita ao aterro, o diretor geral da autarquia, Geraldo Júnior, acompanhou a execução do trabalho, ao lado do engenheiro responsável pelo aterro, Darllan Vieira.

A limpeza periódica da estrutura, que tem seis metros de profundidade, faz parte de uma série de medidas que tem possibilitado avanços na gestão do Aterro Sanitário.

Destacando os progressos já alcançados, Geraldo ressaltou que em fiscalização recente, realizada pela Fundação Estadual de Meio Ambiente (FEAM), a nota do aterro de Muriaé saltou de 4.74 para 8.43.