Muriaé intensifica vacina contra sarampo


Doses extras serão aplicadas nas unidades de saúde a partir de quinta-feira (22), das 8h às 16h30min

Muriaé vai intensificar a aplicação da tríplice viral a partir desta quinta-feira (22) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da cidade e distritos. Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem receber a vacina, que previne doenças como sarampo, caxumba e rubéola.

A medida preventiva visa intensificar a vacinação nesse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos. A ação é uma resposta do Ministério da Saúde em decorrência do aumento de casos da doença em alguns estados, como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, a fim de reforçar as ações de combate e prevenção do sarampo nos estados que estão com circulação ativa do vírus.

As doses serão aplicadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30min. É necessário apresentar cartão de vacina da criança.

É importante frisar que esta dose extra, também chamada “dose zero”, não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral quando a criança completar 1 ano de idade (1ª dose) e a 1 ano e 3 meses para tomar a segunda dose.

“A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomado a ‘dose zero’ da vacina”, frisa a enfermeira coordenadora de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Rosinalva da Silva Pedrosa.

Vacina em adultos – De maneira geral, a indicação é que as pessoas de até 29 anos que não recordam se tomaram ou não as duas doses voltem aos postos de saúde para se vacinar. Se estiver na faixa etária entre 30 e 49 anos, o cidadão poderá tomar apenas uma dose, e, se tiver mais de 50 anos, não precisa tomar. Acima desta idade, poderá receber a vacina somente se tiver receita médica, caso não tenha vacinado e não tenha comprovante e for viajar pra área de risco.

“A vacina nesta ação será disponibilizada também para pessoas não vacinadas ou que não possuem o cartão de vacinação e aquelas que estejam com o esquema de vacinação incompleto”, frisa a enfermeira coordenadora.

Sintomas – O sarampo é uma doença contagiosa que tem como primeiros sintomas febre alta, mal-estar, coriza, conjuntivite e tosse. Nos dias seguintes, o paciente evolui para o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo. A doença pode evoluir também para o quadro mais grave, com o surgimento de uma pneumonia viral e até encefalite.

Serviço
Vacinação contra sarampo:
Locais: Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da cidade e distritos
Dias: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 16h30min
É necessário apresentar cartão de vacina da criança