Muriaé realiza atividades para marcar Semana da Luta Antimanicomial


Eventos prosseguem na quinta-feira (23), com a 1ª Copa de Futsal Abraça Caps

Na semana do Dia Nacional da Luta Antimanicomial (18 de maio), a Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Centro Universitário Unifaminas, promoveu ações para reflexão sobre a qualidade de vida das pessoas com sofrimento mental. A programação incluiu palestras, roda de conversa e exposição de trabalhos artesanais.

Dando início às atividades, na última segunda-feira (13) foi inaugurada, na biblioteca do Unifaminas, a exposição de bordados feitos pelos pacientes do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas – III (Caps AD) e Caps II durante as oficinas terapêuticas. Eles seguem expostos até a próxima quinta-feira (23). No dia seguinte (14), também no Unifaminas, aconteceu roda de conversa organizada pelos acadêmicos do 7º período do curso de Psicologia.

Na última sexta-feira (17), aconteceram palestras no Salão Nobre do Unifaminas. O promotor de Justiça da Comarca de Muriaé, Fábio Laureano, falou sobre a importância do tratamento digno aos pacientes e seus direitos. Já a referência técnica de Saúde Mental da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Ubá, Fabiana Érica de Souza, abordou o tema “Retrocesso Não! Pela Valorização da Rede de Atenção Psicossocial”.

A programação continua nesta quinta-feira, com a com a 1ª Copa de Futsal Abraça Caps, envolvendo as instituições de Muriaé e Ubá no Ginásio Rodrigão.

“Os eventos em favor da luta antimanicomial são de extrema importância. Todo ano, no mês de maio, são realizadas diversas ações para que possamos relembrar e reforçar sempre o tratamento em liberdade, a fim de que nunca mais nos permitamos pensar em tratamentos que retirem a dignidade, que coloquem em risco a vida, a humanização e o respeito às particularidades do indivíduo”, afirma a referência em Saúde Mental da Prefeitura de Muriaé, Cintia Muglia.

A Luta Antimanicomial é um movimento nacional, organizado por movimentos sociais, coletivos, entidades, universidades e instituições públicas de saúde mental. Ela se mobiliza em torno do fechamento de manicômios, apoiando um tratamento mais humano aos pacientes de saúde mental e a melhoria dos serviços oferecidos a eles.

Atividade na Lagoa adiada – A ação que aconteceria na Lagoa da Gávea, na manhã de sábado, foi adiada devido à chuva que caiu na cidade naquele dia. A atividade será realizada em outra data, a ser confirmada.

Veja mais fotos da Semana da Luta Antimanicomial em Muriaé: