Profissionais renomados da pecuária apresentam novas técnicas para produtores de Muriaé


Simpósio de Desenvolvimento da Pecuária de Leite reuniu centenas de pessoas para discutir sobre pastagens, bem-estar do rebanho e melhoria da qualidade genética

Os produtores da cidade ligados à pecuária leiteira conheceram novas técnicas de pastagens e de melhoria da qualidade genética do rebanho durante o Simpósio de Desenvolvimento da Pecuária de Leite da Região de Muriaé. A terceira edição do evento aconteceu na tarde de quinta-feira (22), no Teatro Zaccaria Marques.

O público formado por cerca de 200 pessoas assistiu a palestras ministradas por profissionais renomados no segmento, como os pesquisadores da Embrapa Gado de Leite e o coordenador técnico Estadual de Bovinocultura da Emater, José Roberto Pires.

O Seminário é uma realização da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com empresas e instituições. O objetivo é incentivar maior produtividade do gado leiteiro no município.

Palestras técnicas – O evento contou com três palestras técnicas. A primeira apresentou dois novos tipos de pastagem – os capins Panicum e Bracharia. O conteúdo foi apresentado pelo pesquisador da Embrapa Domingos Sávio Campos Paciullo. “Trouxe alguns materiais novos que podem trazer aumento produtividade, eficiência e rentabilidade leiteira”, diz.

Já o outro pesquisador da Embrapa presente, Alessandro de Sá Guimarães, falou sobre bem-estar do rebanho bovino de leite e sobre o compost barn, um novo modelo de criação de vacas leiteiras em confinamento. “Este é um sistema que foi adaptado à nossa realidade nos trópicos e que traz alguns desafios, mas que traz também muitas vantagens. Algumas fazendas têm apresentado aumento de produtividade e melhoria na qualidade do leite usando esta metodologia”, relata Alessandro.

Palestra do coordenador técnico Estadual de Bovinocultura da Emater-MG, José Alberto de Ávila Pires

A terceira palestra do Simpósio foi ministrada pelo coordenador técnico Estadual de Bovinocultura da Emater-MG, José Alberto de Ávila Pires. O coordenador explicou sobre o Pró-Genética, um programa de melhoria da qualidade genética do rebanho bovino. “Esse programa incentiva os criadores a adquirirem animais melhorados e melhoradores para o rebanho, principalmente touros”, afirma.

O programa que o coordenador estadual de Bovinocultura se refere, e que foi apresentado ao público, funciona em feiras, que oferta touros reprodutores registrados e fêmeas bovinas. Em Muriaé, a Feira de Touros Girolando e Touro de Corte da ABCZ acontecerá nos dias 29 e 30 deste mês, no Parque de Exposições.

Para o secretário municipal da pasta, Manoel Carvalho, o Simpósio foi uma oportunidade única para se atualizar sobre novas informações do setor. “A qualidade das palestras sobressaiu no evento. Os palestrantes são de alta qualidade e muito conhecedores sobre pecuária de leite. A atividade leiteira no município tem seu peso na economia, contribuindo para geração de empregos e para toda a cadeia de laticínios, comércio de medicamentos e de insumos. Esse tipo de evento colabora com novas informações para todos os envolvidos e para o desenvolvimento da atividade em Muriaé”, considera.

Após as palestras houve sorteio de brindes e momento de confraternização entre os presentes.

Veja mais fotos do Simpósio: