Projeto criado em escola de Muriaé concorre ao Prêmio PVE


‘Biblioteca Virtual’, desenvolvida com apoio da Prefeitura, é gratuita e pode ser acessada por qualquer pessoa. Votação popular segue aberta até 7 de fevereiro

O projeto “Biblioteca Virtual” é o representante de Muriaé no Prêmio Parceria pela Valorização da Educação – PVE. A votação, aberta até o meio-dia da próxima sexta-feira (7), é online e qualquer pessoa pode participar através do endereço premiopve.hardfunstudios.com/votes/muriae/. Outras 19 iniciativas de todo o país também estão na disputa.

A Biblioteca Virtual de Muriaé começou a ser desenvolvida na Escola Municipal Professora Elza Rogério, no bairro Gaspar, conforme explica a diretora Anelisa Dutra.

“O acervo de livros da escola não supria as necessidades dos alunos. E eles mesmos, como utilizam muito as novas mídias, como celular e tablet, tiveram a ideia de criarmos a Biblioteca Virtual”, conta.

O passo seguinte da direção foi buscar o apoio da Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Educação, que colocou seu Núcleo de Tecnologia à disposição.

E assim a iniciativa foi criada e, mais do que isso, se espalhou. Além do bairro Gaspar, a Biblioteca Virtual já chegou à escola do bairro João 23 e será levada em breve também para o Inconfidência. São centenas de itens gratuitos, incluindo clássicos da literatura, coleções juvenis, livros e gibis infantis e até redações premiadas escritas por alunos da rede municipal.

Aberta ao público – Embora o objetivo principal seja estimular a leitura junto aos estudantes de Muriaé, a Biblioteca Virtual é aberta a todos os interessados. E o melhor: de forma gratuita. O acervo completo está disponível no endereço mfeducar.esy.es/Leitura e pode ser acessado gratuitamente através de celular smartphone, tablet ou computador.