Projeto “Saúde, Educação e Segurança no Trânsito” é lançado em Muriaé


O projeto “Saúde, Educação e Segurança no Trânsito” foi lançado em Muriaé na noite da última quinta-feira (14), no auditório IF Sudeste. A ação, promovida pela Superintendência Regional de Ensino de Muriaé, em parceria com a Gerência Regional de Saúde de Ubá, conta com o apoio da Prefeitura. O objetivo do evento foi formalizar parcerias entres setores público, iniciativa privada e população para promover ações preventivas para um trânsito mais seguro na cidade, diminuindo o número de acidentes com mortos e feridos.

O lançamento contou com a presença de representantes de várias instituições como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), além de entidades de saúde e educação, Câmara de Vereadores, autoescolas, clubes de motociclismo e comunidade. Da Prefeitura, compareceram ao evento o diretor do Demuttran, Ivanin Pimentel; o secretário de Saúde, Paulo César de Oliveira; e a secretária de Educação, Maria da Conceição de Souza (Nininha). A programação incluiu palestras de profissionais do segmento e o depoimento de um casal muriaeense que perdeu o filho vítima de acidente de trânsito em fevereiro do ano passado. Ao final, os presentes foram convidados a assinar um termo de adesão para se tornarem parceiros do projeto – a Prefeitura assinou o termo de parceria durante a solenidade.

A partir do lançamento do projeto (que é um desdobramento do programa “Vida no Trânsito”, do Ministério da Saúde), os participantes vão poder contribuir com sugestões para prevenção e diminuição dos acidentes de trânsito na cidade.

“É NECESSÁRIA UNIÃO DE TODOS PARA PROMOVER TRÂNSITO MAIS SEGURO”, AFIRMA PREFEITO

De 2010 a 2016, foram realizadas em Muriaé aproximadamente 139 mil internações hospitalares via SUS, decorrentes de acidentes de trânsito. Além de prejudicar a saúde, ou, em situações mais graves, causar a morte, os acidentes de trânsito causam impacto social, no sistema de saúde, entre outros.

Segundo o prefeito Grego, é necessário que poder público, iniciativa privada e diversos segmentos da sociedade se unam para promover um trânsito mais seguro. “Este é um tema que envolve todos nós, pois todos somos usuários do trânsito, seja como motoristas, ou como pedestres. Por isso, é imprescindível discutir e realizar ações e projetos, juntamente com diversos setores e com a comunidade, para termos um trânsito com mais segurança, preservando vidas”, afirma.