Seminário debate e alerta sociedade sobre violência contra mulher


Iniciativa também buscou proporcionar espaço e reflexão sobre lugar da mulher na atualidade, assim como necessidade de promover empoderamento feminino

O 2º Seminário “Por elas, por nós, por todas” apresentou uma forma de discutir e alertar à sociedade sobre as diferentes formas de violência contra a mulher. Realizado na última sexta-feira (12), no Teatro Zaccaria Marques, o evento foi promovido pela Prefeitura e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM).

A iniciativa, que tem sido inédita na cidade, pelo segundo ano consecutivo, abordou nesta edição, o tema da violência obstétrica contra a mulher, ressaltando as sutilezas e atrocidades de práticas que desumanizam as representantes do sexo feminino. A palestrante foi á consultora em aleitamento materno, Tainã Vidon, que também é uma doula (pessoa que orienta e assiste a mulher no parto) e ativista pelos direitos reprodutivos da mulher.

Outro assunto tratado foi à violência contra a mulher de forma geral. Este tema foi apresentado pela psicóloga e mestranda em Psicologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Camila Daher, que lembrou que apesar de os números relacionados à violência contra as mulheres no Brasil serem alarmantes, muitos avanços foram alcançados em termos de legislação, como a Lei Maria da Penha, uma lei avançada em relação ao enfrentamento contra a violência à mulher.

O Seminário buscou também proporcionar espaço e momento de reflexão sobre o lugar da mulher na atualidade, assim como a necessidade de promover o empoderamento feminino e a autonomia das mesmas.

Apresentações ressaltam tema

A programação incluiu apresentação de dança dos bailarinos Walbert Luiz e Thais Gonçalves, assim como de bailarinos convidados. Houve também mostra da Escola Municipal de Dança Jorge Barroca, que apresentou alguns fragmentos do espetáculo “Sobre todas nós’ e, ainda, show musical com Pollyane Carvalho e Edmilson Elpes.